Comandante do Exército afirma que em 2024 soldado continuará focado em questões militares

03.05.2023 - Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante Almoço com o Alto-Comando do Exército, no Quartel-General do Exército. Brasília - DF. Foto: Ricardo Stuckert / PR

O comandante do Exército, general Tomás Miguel Ribeiro Paiva, compartilhou a mensagem de fim de ano tradicional para as tropas, reafirmando o compromisso de cada soldado em desempenhar seu papel para que a Força continue cumprindo a missão constitucional de defender a pátria. Ele assumiu o Comando do Exército 13 dias após os ataques criminosos de 8 de janeiro, com a missão de afastar a política dos quartéis.

No vídeo, o general destacou as ações da Força ao longo do ano e enfatizou que sua tarefa diária tem sido manter o Exército motivado e pronto para cumprir missões. Ele assegurou que o Exército permanecerá firme e coeso em 2024, com cada soldado focado em suas responsabilidades para cumprir a missão constitucional de defender a pátria.

Tomás Paiva foi nomeado comandante do Exército em substituição ao general Júlio César Arruda, demitido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A demissão de Arruda ocorreu devido a desalinhamento com o governo e suspeitas do Palácio do Planalto após os ataques. Tomás Paiva, anteriormente comandante militar do Sudeste, era a escolha do Planalto para liderar o Exército e restaurar a relação entre a Força e o governo Lula. Poucos dias antes de assumir o comando do Exército, o general proferiu um discurso em defesa da democracia às tropas em São Paulo, enfatizando a importância da democracia, liberdade, garantias individuais, políticas públicas e regime democrático.

Além disso, a resistência de Arruda em anular a designação do ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, tenente-coronel Mauro Cid, para comandar o 1º Batalhão de Ações e Comandos em Goiânia, foi outro fator que contribuiu para sua demissão. Após assumir o comando do Exército, Tomás Paiva impediu a posse de Cid, que acabou sendo preso e posteriormente assinou um acordo de colaboração premiada, implicando Bolsonaro em certos casos.

Essas ações e mudanças no comando do Exército refletem a importância de manter a coesão e o compromisso com a missão constitucional de defender a pátria, enquanto a instituição se adapta a novas lideranças e desafios.

Perguntas Frequentes

Qual foi a mensagem principal do comandante do exército aos soldados para 2024?

O comandante do Exército, general Tomás Miguel Ribeiro Paiva, afirmou em sua mensagem de fim de ano às tropas que em 2024 os soldados seguirão preocupados com “coisas de soldado”, ou seja, desempenhando seu dever para que a Força siga cumprindo sua missão constitucional de defender a pátria.

Quais são as ‘coisas de soldado’ mencionadas pelo comandante do exército?

As “coisas de soldado” mencionadas pelo comandante do exército se referem às atividades e deveres que os soldados devem cumprir para garantir a segurança e defesa da pátria, como treinamentos, operações, manutenção de equipamentos, entre outras tarefas relacionadas à vida militar.

Como o comandante do exército espera que os soldados lidem com suas preocupações em 2024?

O comandante do exército não especificou como espera que os soldados lidem com suas preocupações em 2024, mas é de se esperar que a hierarquia militar e os canais de comunicação internos sejam utilizados para que os soldados possam expressar suas preocupações e receber orientações adequadas.

Houve alguma mudança específica nas diretrizes para os soldados brasileiros para o ano de 2024?

Não há informações sobre mudanças específicas nas diretrizes para os soldados brasileiros para o ano de 2024. No entanto, é possível que haja atualizações e adaptações nas políticas e procedimentos militares para garantir a efetividade e eficiência das operações do Exército.

Qual é o papel do exército brasileiro na sociedade atual, segundo o comandante?

O papel do Exército Brasileiro na sociedade atual, segundo o comandante, é defender a pátria e garantir a segurança e a estabilidade do país. Além disso, o Exército também desempenha um papel importante em situações de emergência, como em desastres naturais, e na manutenção da ordem pública em casos de necessidade.

Existem novos desafios previstos para o exército brasileiro em 2024 mencionados pelo comandante?

Não há informações sobre novos desafios previstos para o Exército Brasileiro em 2024 mencionados pelo comandante. No entanto, é de se esperar que o Exército continue enfrentando desafios e ameaças à segurança nacional, como o crime organizado, o terrorismo e as ameaças cibernéticas, e que esteja preparado para lidar com essas situações de forma eficaz e eficiente.

Sobre o Autor

Ubiratan Motta
Ubiratan Motta

Historiador que dedicou sua vida à carreira militar. Especialista em recursos humanos e logística, e com vasta experiência em operações e missões das Forças Armadas.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.